Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dia Mundial de Conscientização e Enfrentamento ao Câncer de Cabeça e Pescoço

No Dia Mundial de Conscientização e Enfrentamento ao Câncer de Cabeça e Pescoço é preciso reforçar a importância do diagnóstico precoce para um melhor resultado terapêutico.

 

O câncer de cabeça e pescoço se refere a um conjunto de neoplasias malignas que tem origem nessa área do corpo humano, como cavidade oral, faringe, laringe, seios da face e outras.

 

Geralmente, a doença é assintomática em seu estágio inicial e isso dificulta a sua detecção precoce, sendo importante que médicos e odontologistas reconheçam lesões pré-malignas, principalmente em pacientes com histórico de tabagismo, etilismo ou com má saúde bucal.

 

Além dos fatores de risco citados (tabagismo, etilismo e má saúde bucal), infecções por papilomavírus humano (HPV) também têm sido associadas a tumores na cavidade oral, orofaringe e laringe.

 

Nesse sentido, destaca-se a importância da Atenção Básica na identificação dos fatores de risco e da doença em sua fase inicial para o encaminhamento ágil e adequado ao atendimento especializado, propiciando um melhor prognóstico dos casos, assim como um melhor resultado terapêutico.

 

Pacientes com diagnóstico de câncer de cabeça e pescoço devem ser preferencialmente encaminhados para hospitais habilitados como CACON ou UNACON que apresentem estrutura tecnológica suficiente para diagnosticar, tratar e realizar o acompanhamento. Caso sejam atendidos em hospitais gerais, estes devem atuar em cooperação com hospitais habilitados em oncologia e radioterapia.

 

Após o diagnóstico, médico e paciente devem decidir qual a melhor opção terapêutica. Os principais tratamentos para pacientes com câncer de cabeça e pescoço consistem em cirurgia, radioterapia, quimioterapia e terapia-alvo, podendo existir uma combinação entre eles. O tipo de tratamento depende do estágio e do local da doença.

 

Atente-se a sinais e sintomas como:

  • Manchas brancas na boca
  • Dificuldade ou dor para engolir
  • Rouquidão contínua
  • Alteração na voz
  • Nódulos no pescoço presentes por mais de duas semanas
  • Lesão ulcerada ou com sangramento e cicatrização demorada 

 

E procure auxílio médico! Quanto mais rápido for realizado o diagnóstico, melhor será o prognóstico do paciente.

 

Fonte: Diretrizes Diagnósticas e Terapêuticas do Câncer de Cabeça e Pescoço.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Leia também!

Posts Recentes

Lithealth News

Nosso objetivo é fornecer aos leitores informações precisas e confiáveis sobre saúde pública, inovação na área da saúde e outras temas relacionados, para que possam se manter atualizados e tomar decisões conscientes em relação à promoção da saúde coletiva.

Acompanhe nossas redes sociais!