Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Teste do pezinho ampliado poderá detectar até 50 doenças!

O teste do pezinho é um exame obrigatório, realizado no recém-nascido preferencialmente entre o 3º e o 5º dia de vida e é realizado a partir do sangue coletado no calcanhar do bebê e permite identificar doenças graves. O exame realizava o diagnóstico de apenas 6 doenças pela rede pública, mas com a Lei nº 14.154 aprovada, ampliou para 50.

O teste do pezinho é um exame obrigatório, realizado no recém-nascido preferencialmente entre o 3º e o 5º dia de vida.

O exame é feito a partir do sangue coletado no calcanhar do bebê e permite identificar doenças graves.

O Sistema Único de Saúde (SUS) buscando aprimorar o Programa Nacional de Triagem Neonatal, aprovou a Lei nº 14.154 que ampliou para 50 o número de doenças que podem ser detectadas pelo teste do pezinho.

 

Até o ano passado, o exame contemplava a detecção de apenas 06 doenças:

  • Fenilcetonúria;
  • Hipotireoidismo congênito;
  • Síndromes falciformes;
  • Fibrose cística;
  • Hiperplasia adrenal congênita;
  • Deficiência de biotinidase.

 

Os pés do bebê estão nas mãos da mãe.

A implantação do teste do pezinho ampliado está sendo feito em etapas com duração prevista de quatro anos.

As etapas e os grupos de doença são:

Etapa 1: Fenilcetonúria e outras hiperfenilalaninemias, hipotireoidismo congênito, doença falciforme e outras hemoglobinopatias, fibrose cística, hiperplasia adrenal congênita, deficiência de biotinidase e toxoplasmose congênita;

Etapa 2:  Galactosemias, aminoacidopatias, distúrbios do ciclo da ureia e distúrbios da betaoxidação dos ácidos graxos;

Etapa 3: Doenças lisossômicas;

Etapa 4: Imunodeficiências primárias;

Etapa 5: Atrofia muscular espinhal.

Dados do Ministério da Saúde demonstram que apenas 58% dos recém-nascidos realizam o exame no período correto. É importante respeitar o prazo indicado para a realização do exame, pois o diagnóstico precoce das doenças aumenta as possibilidades de tratamento e reduz o risco de complicações.

Além disso, o teste é rápido, seguro, pouco invasivo e gratuito na rede pública de saúde.

A nova lei que expande a triagem neonatal pelo teste do pezinho, representa um avanço para a saúde pública do Brasil.

Acompanhe a Lit e conheça melhor o SUS. É direito seu, é direito de todos!

Fonte: Ministério da Saúde

VEJA TAMBÉM!

Miastenia Gravis: doença rara com tratamento no SUS

https://lithealth.com.br/glaucoma-no-sus/

Primeiro medicamento de uso oral para tratamento da AME é incorporado no SUS

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Leia também!

Posts Recentes

Lithealth News

Nosso objetivo é fornecer aos leitores informações precisas e confiáveis sobre saúde pública, inovação na área da saúde e outras temas relacionados, para que possam se manter atualizados e tomar decisões conscientes em relação à promoção da saúde coletiva.

Acompanhe nossas redes sociais!